Tel.: (85) 3013-8372

Cirurgias Plásticas em Fortaleza, Natal e São Luís Tel.: (85) 3013-8372

SIGA E FIQUE INFORMADO

  
  
  

Tipos de Peeling e Indicações corretas

peeling-para-manchas-de-acne-2

A pele é um órgão, pois consiste de diferentes tecidos que são reunidos para realizar funções específicas. De todos os órgãos do corpo, devido sua exposição, a pele é a que mais facilmente sofre lesões.

O peeling não se aplica somente à áreas faciais, sendo chamado de peeling corporal está indicado no tratamento de diversas dermatoses como efélides, melanoses, queratoses actínicas, fotoenvelhecimento, rugas finas, hiperpigmentação pós-inflamatória, acnes em atividade e suas sequelas, cicatrizes, queratose pilar e estrias. As áreas mais comumente tratadas são pescoço, colo, dorso das mãos e antebraço.

Peeling

Os peelings são procedimentos capazes de corrigir marcas, manchas, muitas das alterações do envelhecimento e melhorar a aparência e a qualidade da pele.

O peeling destrói partes da pele de maneira controlada, que logo é regenerada e recebe um aspecto novo através de células que permanecem em determinados pontos da pele e com capacidade de reprodução.

Tipos de Peeling

Existem vários tipos de peeling, vários métodos para cada tipo de pele e para cada tipo de lesão a ser removido. Existem os peelings químicos, peelings físicos, peelings vegetais e peelings enzimáticos.

Peeling Químico

Fotoenvelhecimento, envelhecimento cutâneo devido a exposição ao sol, conduz à degeneração das fibras elásticas e colágenas, ao aparecimento de manchas e à ocorrência de lesões pré-malignas ou malignas. A radiação UV propicia a formação dos radicais livres produzidos e eleva o número de lesões oxidativas não reparadas, que alteram o metabolismo e são responsáveis pelo envelhecimento precoce, e elevam o risco de aparecimento de câncer cutâneo.

A pele não agredida pelo sol caracteriza-se por seu aspecto sem manchas, pigmentação homogenêa e textura macia. Com o passar dos anos, a velocidade de renovação celular diminui, e o peeling é um procedimento que visa acelerar o processo de esfoliação cutânea.

O peeling químico também chamado de resurfacing químico, quimioesfoliação ou quimiocirurgia, consiste na aplicação de um ou mais agentes cáusticos resultando na destruição controlada de partes da epiderme e/ou derme, seguida da regeneração dos tecidos epidérmicos e dérmicos.

O preparo da pele varia de acordo com a indicação a ser tratada do tipo de pele e corresponde ao próprio tratamento clínico prévio. O preparo deve ser regular e contínuo por, no mínimo, 4 semanas, para um bom resultado.

Tipos de peelings químicos

Peeling de fenol
Em geral, é seguro e eficaz com resultados duradouros. Quando aplicado à pele, o fenol induz a uma queimadura química, que ao longo do tempo resulta no rejuvenescimento da pele. A aplicação por período de tempo maior ocasiona sua penetração na derme superior, resultando na formação de uma nova camada de colágeno estratificado. A regeneração epidérmica inicia-se 48 horas após a aplicação da formulação e se completa no intervalo de sete a 10 dias.

A maior desvantagem deste tratamento é que seu período de recuperação é longo.

O peeling de fenol funciona bem na pele grossa e oleosa. Há maior tendência de aparecerem áreas de hiperpigmentação (manchas escuras) com este peeling.

É um tratamento perigoso para pacientes que sofrem do coração, por que pode desencadear arritmias cardíacas, devendo ser realizado apenas por médicos, obedecendo a todas as precauções necessárias. O pré-tratamento não está indicado. O fenol deve ser aplicado lentamente, para evitar uma absorção rápida, o que desencadearia os efeitos colaterais e aumentaria o risco de arritmias cardíacas.

Peeling Mecânico ou Físico
Desde a antiguidade, as estrias são motivos de preocupação para mulheres. Estas são qualificadas como linhas de espessuras sobressalientes à pele. No princípio são avermelhadas e, conforme o tempo que está instalado evolui para uma coloração mais nacarada. O tratamento das estrias suprime o tecido fibroso, substituindo-o por células mais novas, restabelecendo assim a elasticidade e a aparência da pele. Em geral, o tratamento das estrias abrange desde a utilização de peeling a esfoliantes químicos, que tem como objetivo hidratar e estimular a produção de matriz extracelular através de um processo inflamatório local.

Tipos de peelings físicos:
Dermoabrasão; tratamento que não induz a formação de fibras elásticas. Indicado para tratamento de rugas faciais grossas, principalmente as que se localizam em volta da boca e para as cicatrizes da acne. É realizada utilizando-se um esfoliador, que pode ser uma lixa grossa. Para efetuar este procedimento é necessário anestesia local ou geral. Em geral suas alterações são menos graves. Geeralmente, a reepitelialização se conclui em 7 dias.

Indicações e Contra-Indicações

As indicações clássicas são:

- Fotoenvelhecimento: rugas, melanoses e queratoses actínicas;

- Discromias: melasma e hiperpigmentação pós-inflamatória;

- Acne e suas sequelas: os peelings químicos são úteis como cadjuvante no controle da acne em atividade; nas cicatrizes atróficas e nas em ice-pick, os resultados nem sempre satisfatórios;

- Outras: estrias, queratose pilar.

As contra indicações para qualquer peeling químico, em especial o médio e o profundo são:

- Fotoproteção inadequada;

- Gravidez;

- Estresse e escoriações neuróticas;

- Uso de isotretioína oral há menos de 6 meses (somente para peelings médio e profundo);

- Cicatrização deficiente ou formação de quelóides;

- História de hiperpigmentação pós-inflamatória permanente;

- Dificuldades para compreender e seguir as orientações fornecidas;

- Expectativas não realistas.

Pode ocorrer:

- Pigmentares: hipopigmentação, hiperpigmentação, linha de demarcação, acentuação de nevus, Eritema, Flushing persisente e equimose.

- Cicatriciais: quelóides, cicatriz hipertrófica, cicatriz atrófica e necrose.

- Estruturais: ectrópio e eclábio.

- Infecciosas (as infecções associadas aos peelings são pouco frequentes e aumentam com a profundidade).

Bacterianas
Staphylococcus
Streptococcus
Pseudômonas
Síndrome do choque tóxico
Virais
Herpes simples
Verrugas
Fúngicas

- erupções acneiformes e reações alérgicas.

Fonte:portaleducacao

 

er1

 

selo

 

localização

canal4

fanpage

 

medico-consulta-com-br