Tel.: (85) 3013-8372

Cirurgias Plásticas em Fortaleza, Natal e São Luís Tel.: (85) 3013-8372

SIGA E FIQUE INFORMADO

  
  
  

Lipoaspiração – um artigo informativo

lipoCAPA

A lipoaspiração é uma técnica cirúrgica usada em Cirurgia Estética, em que, através de um pequeno orifício (de poucos milímetros) na pele, se aspira a gordura em excesso de determinadas áreas para melhor modelar o contorno corporal.

A lipoaspiração apareceu na década de 70 e, a partir daí, sofreu um grande crescimento, sendo hoje a intervenção cirúrgica que mais se faz em todo o mundo no capítulo da Estética. É feita com um aparelho de aspiração especial ou seringa (para criar pressão negativa) e com cateteres de vários calibres e formas adaptadas para qualquer área a aspirar.
Hoje sabemos que há, de grosso modo, dois tipos de gordura no nosso organismo, uma gordura dita corrente que se ganha e que se perde no jogo das calorias (fácil de perder), e uma gordura acumulada que é muito difícil de perder pelos métodos conservadores. É esta gordura acumulada em determinadas áreas do corpo que tem a ver com a própria pessoa, raça, herança genética, etc, que é a gordura verdadeiramente “aspirável”.

Essas localizações, que na mulher portuguesa são, normalmente, a barriga, o estômago, a anca, as coxas na face interna e externa e os joelhos, têm pois um tecido adiposo com características especiais, que facilitam o preenchimento dessas áreas a que resistem muito mais do que a gordura do resto do corpo a qualquer tentativa de perca de peso.
Geralmente a mulher aparece para fazer uma lipoaspiração depois de ter feito várias tentativas para resolver o problema, com poucos resultados visíveis. É frequente as pessoas dizerem que se fizerem dieta perdem a gordura nas localizações que não desejam mantendo-se aquela que gostariam de perder, sendo esta situação, a maior parte das vezes extremamente punitiva pois realça ainda mais o contraste do contorno corporal.

Já que esta gordura é difícil de perder, porque não retira-la (à força)?
Assim nasceu a lipoaspiração que tem vindo a ser aperfeiçoada e se tem estendido praticamente a todas as regiões do corpo, com material cada vez mais preciso e menos traumático e doloroso.
A lipoaspiração pode ser feita, de um modo geral, em qualquer idade pois o que é mais importante de considerar é a idade da pele, que, como é óbvio, tem de ter capacidade de retracção para se adaptar ao novo conteúdo (ou seja, a gordura que se retirou.

Pode ser feita com anestesia loca, anestesia geral ou outro tipo de anestesia regional que se adaptará às áreas a aspirar e também à vontade do paciente. O retorno à vida normal é progressivo e rápido, imediato numa área aspirada mais reduzida com anestesia local e poucos dias nos outros casos. O tratamento complementar da região lipoaspirada, através de massagem e de drenagem linfática, proporcionará o melhor resultado desejado.
Simultaneamente, com a extracção de gordura de determinadas áreas do corpo, poder-se-á fazer a reintrodução da mesma gordura em outras áreas do corpo como em áreas deprimidas, em rugas profundas, etc., fazendo, assim uma autêntica escultura do contorno corporal – lipoescultura.

A lipoaspiração é assim uma técnica cirúrgica que, não sendo um tratamento de primeira linha para qualquer tipo de excesso de gordura, tem as indicações precisas para cada caso que só um Cirurgião Plástico e Estético poderá avaliar individualmente.
Finalmente, e em jeito de conclusão, é preciso saber-se que a gordura lipoaspirada não volta, ou seja, se uma pessoa engordar desmesuradamente, fá-lo-á muitíssimo menos nas áreas que foram lipoaspiradas.

 

er1

 

selo

 

localização

canal4

fanpage

 

medico-consulta-com-br