Tel.: (85) 3013-8372

Cirurgias Plásticas em Fortaleza, Natal e São Luís Tel.: (85) 3013-8372

SIGA E FIQUE INFORMADO

  
  
  

Ginecomastia - A lipoaspiração das Mamas Masculinas

genecomastia-01
Ginecomastia é o nome dado ao desenvolvimento excessivo do tecido da região mamária masculina e ocorre nas fases de mudanças hormonais do homem (infância, adolescência e velhice), sem estar diretamente ligado a uma doença. Além da questão hormonal, o uso excessivo de álcool e drogas pode ocasionar este problema. Independentemente da causa, a maioria dos homens com ginecomastia sofre por ter “mamas” com formato feminino ou volume maior do que o esperado. 
 
A técnica cirúrgica depende do tipo de ginecomastia e de sua severidade. Existem três técnicas que podem ser utilizadas separadamente ou em combinação: lipoaspiração (a mais simples), lipoaspiração ultrassônica (para os que precisam retirar maior quantidade de gordura) e mastoplastia redutora (nos pacientes com excesso de pele). 
 A cirurgia plástica de ginecomastia consiste em um corte pequeno em forma de semicírculo na parte inferior da aréola (mamilo). A cicatriz não é aparente e fica praticamente invisível com o tempo. O cirurgião retira a glândula de consistência dura e aumentada, que deverá ser examinada por um patologista. A anestesia utilizada é a local ou geral, dependendo da preferência do paciente e do anestesista.
 
A cicatriz da ginecomastia fica localizada entre a dobra das mamas e o abdômen. Apresenta-se avermelhada nos primeiros meses e depois fica com a mesma coloração da pele. O resultado é alcançado no período de seis meses e um ano, conforme amadurecimento da cicatriz. Durante o procedimento é realizada uma lipoaspiração a fim de aprimorar o contorno e equilíbrio do volume da região. É possível visualizar 80% da forma definitiva do procedimento já a partir do segundo mês.
 
Fatores que desencadeiam a ginecomastia
 
- Predisposição genética
 
- Uso de álcool e drogas
 
- Medicamentos
 
- Desequilíbrio hormonal e do peso corpóreo
 
Biópsia
 
Algumas patologias só podem ser realmente diagnosticadas a partir do exame de biópsia. Para isso, é necessária a remoção de um fragmento para estudo laboratorial.
 
Resumo técnico
 
Nome técnico: Tratamento Cirúrgico da Ginecomastia
 
Idade recomendada: após a adolescência, quando cessar o crescimento
 
Anestesia: local com sedação
 
Duração da cirurgia: em média 1h30
 
Permanência na Hospital: aproximadamente 8 horas
 
Cicatriz: discreta
 
Pré-operatório: exames de laboratório e arquivo radiográfico (mamografia)
 
Pós-operatório: colete utilizado durante um mês, no mínimo
 
Tempo de recuperação: após uma semana, a pessoa pode retomar as atividades normais
 
Fonte: Master Health
 
Marque sua consulta com o Dr. Davi Pontes : 
 
Telefone: (85) 4102-4444 ou 85825399

 

er1

 

selo

 

localização

canal4

fanpage

 

medico-consulta-com-br